Menu

(83)3044-3282 (JP)    (83)2102-0800 (CG)       Siga-nos

Engajado nas Lutas Nacionais

No contexto das lutas em defesa dos direitos dos seus filiados e dos trabalhadores, o Sindifisco-PB está sempre empreendendo importantes mobilizações em níveis municipal, estadual e federal.

Em junho de 2003, por exemplo, os fiscais paraibanos junto a outros trabalhadores brasileiros, marcharam, em Brasília, contra o projeto de Reforma da Previdência, naquela que foi denominada a primeira grande Marcha Nacional contra a Reforma.

Milhares de servidores públicos ocuparam a Esplanada dos Ministérios e protestaram contra o Governo Federal que, à custa da liberação de recursos para parlamentares, aprovou a reforma e, com isso, instituiu a cobrança previdenciária dos aposentados e pensionistas, entre outros malefícios.

À época, a Diretoria do Sindicato comentou que a mobilização marcara uma nova fase de atuação na resistência contra a reforma. A união, a força e o descontentamento por parte dos manifestantes surtiram efeito, haja vista que o Governo, até então, se recusara a ouvir os servidores. Ante a mobilização, uma comissão de dirigentes sindicais se reuniu com os ministros José Dirceu (Casa Civil), Luiz Dulci (Secretaria-Geral), Ricardo Berzoini (Previdência) e Guido Mantega (Planejamento) para debater o teor do projeto.

Outra grande mobilização em Brasília deu-se em agosto de 2005, dessa vez com mais de 25 mil trabalhadores, entre os quais, o Sindifisco, marchando contra a corrupção e a política neoliberal do Governo Lula.

Em 2010, com o apoio da Fenafisco, a mobilização se deu também em Brasília, desta vez para buscar apoio junto aos deputados e senadores, a fim de que os projetos de interesse do Fisco Estadual e Distrital sejam aprovados sem que haja tantos transtornos e adiamentos. Ainda neste ano, a parceria com o FOCCO se deu na I Feira Contra a Corrupção, onde integrantes da Diretoria do Sindicato puderam orientar e educar a população presente acerca de como se fazer presente nas contas do Estado, que é um bem público.