Menu

(83)3044-3282 (JP)    (83)2102-0800 (CG)       Siga-nos

Ler Notícia

Presidenciáveis defendem reforma tributária para a retomada do desenvolvimento e fortalecimento do Estado
quarta-feira, 06 de junho, 2018

Candidatos à Presidência da República de várias frentes participaram da primeira edição do Fórum Internacional Tributário, oportunidade em que apontaram o caráter regressivo do modelo vigente como falha estrutural, responsável pela concentração de renda no Brasil.

 

Práticas como a isenção de tributos sobre grandes fortunas, lucros e dividendos e as incontestáveis distorções nas alíquotas de imposto de renda foram amplamente criticadas pela deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) e pelo pré-candidato Guilherme Boulos (PSOL-SP).

 

DEBATE ELEITORAL

 

Manuela defendeu a reformulação do sistema tributário pautado pela equidade e capacidade contributiva do cidadão, princípios que regem os pilares da proposta Reforma Tributária Solidária: Menos Desigualdade, Mais Brasil. “O sistema tributário brasileiro é injusto, agudiza as desigualdades sociais e se não enfrentarmos isso a partir de uma reforma tributária de caráter progressivo, não conseguiremos sair ou enfrentar a crise da economia. Garantir o combate às desigualdades deve ser o centro da agenda política da próxima, que pretendo ser eu, presidente do Brasil”, disse.

 

Os caminhos apontados por Boulos para o desenvolvimento social e enfrentamento da grave crise econômica brasileira também versam sobre a reestruturação tributária do Estado. “Para além da simplificação de tributos, precisamos reformular o sistema, que é injusto e regressivo. Quem tem mais paga menos, quem tem menos paga mais”.

 

O pré-candidato do PSOL citou dados demonstrativos da injustiça tributária no Brasil: “Entre os 10% mais ricos, a incidência média de impostos sobre a renda é de 20%, já entre os 10% mais pobres é de 53%. A razão desta distorção é uma hipertributação do consumo (51% da carga) e uma subtributação da renda, patrimônio e operações financeiras. Os mais pobres gastam toda sua renda em consumo para sobrevivência, enquanto os mais ricos poupam e aplicam”, afirmou.

 

MENOS IMPOSTOS

 

Com um discurso liberal, o economista e pré-candidato a Presidência da República, Paulo Rabello de Castro também criticou o sistema tributário Nacional e defendeu A REFORMA TRIBUTÁRIA COMO MÃE DE TODAS AS REFORMAS. “Temos que reestruturar o sistema tributário por completo e algumas regras fundamentais têm que ser preservadas. Os fatores de produção em um país são trabalho e capital. Não há razão nenhuma para que a remuneração do trabalhado (salário), tenha uma taxação diferente da tributação do capital. Isso porque o capital contribui da mesma forma que o trabalho. É errada a isenção atual de dividendos”, disse.

 

POLÍTICA FISCAL

 

O presidenciável José Maria Eymael, (DC-RS) enfatizou que caso seja eleito, seu projeto de governo vai priorizar, fundamentalmente, a reforma do sistema tributário e o combate à sonegação fiscal. “Necessitamos de um sistema mais justo, mais simples e que seja voltado para o desenvolvimento. Um aliado para enfrentar a sonegação é a simplificação tributária”

 

 INJUSTIÇA TRIBUTÁRIA

 

Pesquisa realizada pela Oxfam Brasil, com base em dados do ano de 2016 disponibilizados pela Receita Federal, mostra que brasileiros com rendimentos mensais superiores a 80 salários mínimos (R$ 63.040) têm isenção média de 66% de impostos, índice que pode alcançar 70% para rendimentos superiores a 320 salários mínimos mensais (R$ 252.160).

 

 Já a isenção para a classe média (de três a 20 salários mínimos, ou seja, entre R$ 2.364 e R$ 15.760) é de 17%, baixando para 9% no caso de quem ganha entre um e três salários mínimos por mês (R$ 788 a R$ 2.364).


Ascom Fenafisco

 

Outras Notícias
 

Receitas do Estado têm incremento superior a R$ 440 milhões

domingo, 21 de outubro, 2018

Fake News: Eleitor deve ficar atento e não compartilhar informação duvidosa

domingo, 21 de outubro, 2018

Eleitor que não votou no primeiro turno, pode votar normalmente no segundo

domingo, 21 de outubro, 2018

Recorde de Arrecadação Própria em setembro

domingo, 14 de outubro, 2018

Sindifisco-PB parabeniza os candidatos eleitos no primeiro turno das eleições

domingo, 14 de outubro, 2018

Eleições 2018: A responsabilidade consciente do seu voto

sexta-feira, 05 de outubro, 2018

TRE-PB: Eleitor pode consultar local de votação

sexta-feira, 05 de outubro, 2018

Receitas do Estado têm incremento superior a R$ 389 milhões

sábado, 29 de setembro, 2018

Voto consciente, um instrumento de mudança política e social

sábado, 29 de setembro, 2018

Página 1 de 395 [1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> ]