Menu

(83)3044-3282 (JP)    (83)2102-0800 (CG)       Siga-nos

Ler Opinião

Rota na pobreza!
Autor: Antônio Pereira

No último mês de dezembro de 2017, o Congresso aprovou uma lei que vai liberar R$ 1 TRILHÃO em impostos, entre eles o destinado à seguridade social, para incentivar as petroleiras estrangeiras que vão explorar o pré-sal brasileiro. Agora, outro prejuízo.  O governo vai liberar mais um R$ 1,5bilhão para as montadoras de veículos. Essa é a política do governo para incentivar a produção, diriam.

 

E o lado do consumidor? O que o governo oferece? Bem, de novo, a população trabalhadora está sendo chamada a pagar os ônibus coletivos (latas de sardinhas) com reajustes muito acima da inflação, em todo o Brasil, de acordo com as regras neoliberais. Já os que têm um carro são obrigados a pagar os impostos e taxas integrais,  entre eles o IPVA, de acordo com o preço de mercado e, usar combustível com preço majorado de acordo com o mercado de petróleo internacional. Tudo em nome da política fiscal brasileira.  Para o governo “nada de moleza” a quem consome. Tudo para quem não precisa; o mercado.

 

Isso não é lei de mercado nem capitalismo, mas com certeza é protecionismo ao grande capital internacional, mantendo internamente,  todas as estruturas de desigualdades de distribuição de renda, o acúmulo de capital nas mãos de poucos, garantindo o monopólio  e os preços abusivos aos consumidores. Tudo na maior disfarça: em nome da democracia, das liberdades, da geração de emprego e em favor do deus mercado.

 

Mas não vou deixar barato. Os neoliberais devem estar com muita raiva desse incentivo fiscal,  pois contraria seus princípios. Como é que eles vão justificar essa “humilhação”? Ter que usar R$1,5 bilhões do estado para aumentar a riqueza das maiores montadoras de veículos do mundo deve ser algo desesperador. Logo eles que pregam o estado mínimo porque a iniciativa privada é competente, eficiente. Como é que eles vêm buscar o dinheiro do estado falido, incompetente, desse “elefante”?  Falando sério, a  máscara desses neoliberais caem todos os dias: sempre foram buscar no estado o dinheiro suado de quem paga imposto para incrementar suas riquezas.

 

Em tudo, observo ainda a grande contradição contra o povo com essa renúncia fiscal de R$1,5 bilhão: Temer mente ao povo brasileiro querendo a reforma da previdência como forma de diminuir o déficit fiscal e, ao mesmo tempo vai liberar,  dispensar o pagamento dos impostos que servem para pagar a seguridade e sua previdência social, aos megaempresários internacionais.

 

Antônio Pereira  

Auditor Fiscal da Paraíba

Bacharel em Economia

Outras Opiniões
 
A vã tentativa de naturalizar a dispensa em massa no Brasil

Autor: Grijalbo Fernandes Coutinho* Hugo Cavalcanti Melo

Histeria contra corrupção encobre nossos reais dilemas

Autor: Marcos Verlaine*

Arranjo entre os três Poderes para desmonte do EstadoPrevidência: propaganda enganosa sobre aposentadoria rural

Autor: Antônio Augusto de Queiroz*

Reforma tributária: de quem para quem

Autor: Charles Alcantara

Impacto da Terceirização Irrestrita pode ser devastador

Autor: Alan Trajano*

A reforma da Previdência e os sonegadores

Autor:

REFORMA DA PREVIDÊNCIA extingue direito do trabalhador

Autor: Edmilson Blohen

Governo Temer inicia maior ataque contra o funcionalismo público

Autor: Diógenes Júnior

A alquimia da Previdência Social

Autor: *Por Camila Barros

Brasil marcha rápido para a depressão econômica

Autor: Marcos Verlaine*

Você está sendo roubado pela PEC 241

Autor: Maria Lucia Fattorelli

PEC 241/16 é aprovada, em primeiro turno, na Câmara.

Autor:

Ameaças da reforma previdenciária de Michel Temer

Autor: Antônio Augusto de Queiroz*

Tempos turbulentos para o funcionalismo público brasileiro

Autor: Christian de Azevedo,

Proteção dos Interesses do País

Autor: Nilton Paixão

Servidor Público, o maior patrimônio do Estado de Mato Grosso

Autor: Ricardo Bertolini

Dívida Ativa Tributária: onde paira a escuridão

Autor: Charles Alcântara

A importância da instituição da Lei Orgânica da Administração Tributária

Autor: Fernando Huber

Declaração de Amor ao Nordeste

Autor: Glauco dos Santos Gouvêa

Considerações sobre o TCM na Paraíba

Autor: Matheus de Medeiros Lacerda

Justiça tributária para fazer Justiça social

Autor: Décio Lima

O sindicalismo deve participar do processo eleitoral?

Autor: Antônio Augusto de Queiroz

Governadores em Perigo

Autor: POR JOSÉ ROBERTO TOLEDO

Os quarentas

Autor: Eduardo Varandas

A Emenda Constitucional n.º 42/03 e as administrações tributárias

Autor: Marcelo Figueiredo, Vladimir Rossi Lourenço e Rodr

O Preço da Passagem

Autor: Lecivaldo C L Lima

O retrocesso da Paraíba

Autor: Glauco dos Santos Gouvêa

Quando a punição pesa no bolso

Autor: Wálter Maierovitch

Priorização da PEC 186/07

Autor: Glauco Gouvea

Se não há meio ambiente, não há economia

Autor: Marcus Eduardo Oliveira

Página 1 de 9 [1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> ]